Em meio à competição, equipe tocantinense não perde a atenção aos estudos

Publicado em: 22/03/2017 13:11
Meninas do Tocantins participam do CBS de olho nos estudos (Créditos: MPIX/CBV)

Silêncio e concentração ao lado da piscina do Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ). Cadernos abertos, canetas e lápis nas mãos, tudo sob a supervisão do professor Zico. É assim que começa o dia da seleção feminina de Tocantins Sub-19 da 2ª divisão no Campeonato Brasileiro de Seleções (CBS).

As 11 meninas da equipe são estudantes do colégio particular Dom Bosco, em Palmas (TO), onde o professor Antonio de Nazaré, conhecido como Zico, trabalha há 15 anos. Como elas perderam uma semana de provas para participar do CBS, o professor faz com que suas atletas acordem às 7h da manhã para estudar. Ao voltar para as aulas na semana que vem, elas terão provas de segunda chamada para fazer.

A escola é rígida com as alunas, mas o rendimento nos estudos é compensado com uma bolsa de 100% para as atletas da seleção. E elas tem tido bons resultados. Foram campeãs dos Jogos Escolares da Juventude do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e ficaram em terceiro lugar no Mundial da FISEC (International Sports Federation for Catholic Schools) na cidade de Beauvois, perto de Paris na França no ano passado. Mas para todo lugar que vão, elas levam o material escolar.

“Eu faço uma combinação com elas, por exemplo, ontem a gente acertou de se encontrar lá as 7h30 para o estudo. E elas sabem que quando entram no time, elas tem que estudar, porque é muito difícil se tornar profissional, então elas tem que ser boas antes na escola e depois dentro da quadra”, diz Zico.

Segundo o treinador, as meninas estão acostumadas com competições grandes como o CBS. Elas entram nas equipes que competem a partir dos 12 anos, então têm experiência em viagens, além do bom entrosamento. Apesar disso, ele mantém os pés no chão no que diz respeito às expectativas sobre o campeonato.

“Nós temos boas condições de treinamento, não falta nada no colégio e a federação nos apoia, mas nós somos praticamente o único time da cidade, então, há essa dificuldade na preparação. Para se ter uma ideia, nós não fizemos nenhum amistoso antes de vir para cá. Então nosso objetivo é permanecer entre os cinco pelo menos para voltar a disputar o CBS ano que vem”.

A camisa número 2 da seleção, Paloma Araújo, capitã da equipe, acha importante estudar durante a competição para poder se sair bem nas provas e não ficar com as notas baixas. Ela diz que a equipe não perde treinos para estudar, elas fazem isso nas horas vagas e apesar de ter que acordar cedo, ficam satisfeitas pelo retorno que recebem da escola.

“O colégio nos dá a bolsa por causa do esporte, mas nós temos que tirar boas notas também, então no fim vale a pena. Eles deixam a gente fazer as provas depois, então nós sempre levamos cadernos para as competições”, diz ela. “Lá em Palmas a gente estuda de dia e treina a noite, então sempre tentamos conciliar. E aqui em Saquarema é muito bom, porque é muito calmo, temos acesso fácil à internet, temos bons lugares para nos concentrar”, completa.

A estudiosa equipe de Tocantins fez valer o esforço e venceu a primeira partida do CBS Sub-19 Feminino da Segunda Divisão contra a seleção de Sergipe por 3 a 2 (26/24, 21/25, 25/23, 22/25 e 15/11), no tie-break, em mais duas horas de partida.  


Parceiros Oficiais